O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Ori Trance surpreende público em sua 1ª edição

Nos dias 01 e 02 de Novembro, marcando a liberação dos eventos no Estado de São Paulo, aconteceu a primeira edição do Ori Trance, evento da Crew Orixás, em Mauá – SP. Em um local totalmente novo para o público dos festivais de Sampa, a Crew arrasou na estrutura e organização do evento, surpreendendo a todos que estiveram presentes no Sítio Vila Real nessa edição memorável.

Confira abaixo o que rolou no Festival – Ori, O Início – A Benção dos Ancestrais:

LOCAL

O local escolhido foi o Sítio Vila Real localizado na cidade de Mauá, no ABC Paulista. Inédito nos festivais de Psytrance, o espaço tem uma ampla estrutura para eventos de grande porte e não deixou a desejar.

Há grandes chances do Sítio Vila Real se tornar mais um ponto para a realização de eventos da nossa cena, afinal, além de toda a beleza do espaço o local conta com uma estrutura coberta – perfeita para praça de alimentação, banheiros de alvenaria, piscina e várias possibilidades para a construção das pistas, além do fácil acesso.

Pode ser uma imagem de árvore, grama e natureza

O EVENTO

Os produtores deram um show de organização! Uma crew que soube trazer o conforto não só para o público, mas também para o staff. Banheiros químicos próximo à pista, e banheiros de alvenaria sempre limpos e o tempo todo com os itens de higiene disponíveis, pouquíssima fila nos caixas, bares e praça de alimentação.

E o que dizer sobre a Praça de Alimentação?! Além de ser em um local coberto, com mesas e cadeiras, o cardápio contou com itens variados e opções para todos os gostos, além, é claro, dos valores suuuuper justos! E para deixar ainda mais especial, uma das opções do menu era um Suco Natural da Bike Ybá, uma bicicleta que faz sucos naturais com a energia das pessoas! Você pedala e bate o suco ao mesmo tempo! Legal demais, né?! Viva a Sustentabilidade!

Pode ser uma imagem de 3 pessoas, pessoas em pé, bicicleta, ao ar livre e texto que diz "@BIKEYBA MAZAKINA PHOTO"

E falando de sustentabilidade, todo o lixo da Festa foi separado e cada tipo teve o destino adequado. Um outro ponto a ser observado foi o fluxo de acesso na portaria. Os portões abriram pontualmente e quase não houve filas – foi tudo muito rápido, bem como a revista, que também fluiu muito bem. E a propósito – a equipe de segurança também deu show de profissionalismo e educação!

A área de camping comportou de forma segura e confortável os que levaram barraca – no local havia bastante sombra e o terreno, que era bem plano, não possuía muitas pedras e buracos. Havia banheiros químicos posicionados ao lado do camping e a praça de alimentação e banheiros de alvenaria estavam bem próximos também.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas acampando, árvore e natureza

LINE-UP

Com o intuito de resgatar as Raízes do Psytrance, a crew optou por preencher o Line-up com muita Psicodelia! E foi impecável! Desde os DJs que foram as apostas da crew, aos Headliners, nenhum dos artistas deixou a peteca cair em cima do palco, mantendo a qualidade sonora durante todo o festival!

Quem comandou as primeiras horas do rolê foi em sua maioria a galera do Fullon, iniciando com um Groove às 20h, e encerrando à 00h com um Night. Já a noite foi à base de Twilight, Dark, Forest e Hitech, contando com apresentações do Night Hunter e Booo que agitaram a madrugada. Nem a chuva segurou a galera!

Nenhuma descrição de foto disponível.

Já no amanhecer, a Terça-feira (02) foi de muito Progressive Psytrance. Com uma linha mais séria e regada à psicodelia, a sequência iniciou com Yesca, que fez uma transição entre Fullon Groove e Progressive. Logo após veio o Element, que nos presenteou com 3 horas de set – e QUÊ set! Mesmo com a lama a galera permaneceu dançando, conectados! Foi lindo de ver!

Continuando a sequência vem Maymum, trazendo logo de início uma baita lição sobre intolerância religiosa em seu set, o que trouxe muita conscientização para a galera e tem tudo a ver com o tema da festa.

Em seguida tivemos um baita set de 3 horas do Groundbass que conduziu lindamente esse long set surpresa, seguido do Perception, que apresentou muitas novidades e por fim, o duo Atmaom veio para encerrar jornada de Progressive Psytrance, com um set que conquistou o público, cheio de novas tracks autorais. E para fechar com chave de ouro, aquele Off Beat da Mel Rose para aquecer o coração da galera.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé, ao ar livre e multidão

DEPOIMENTOS

União, resgate ancestral, curas e libertações – esses são alguns dos muitos relatos dos que pisaram no solo sagrado nessa primeira edição da ORI.

“Depois de quase dois anos sem festa, retornei em grande estilo para uma festa gostosa e aconchegante. Rolê família, daqueles que não dá vontade de ir embora. Nem a chuva e a lama incomodaram. Sigo ansiosa para retornar à essa festa. Eu só tenho a agradecer a todos. Obrigada Ori, até a próxima.” relatou participante.

Foram tantos depoimentos lindos!

“Como pode uma festa dizer tanto. Neste dia senti coisas inexplicáveis. Obrigada Orixás por esse dia incrível, estrutura impecável.” dividiu outra participante.

Com a energia sempre lá em cima, o público foi crucial para fazer dessa edição memorável. Pista limpa, Paz, Amor, Unidade, e Respeito espalhados pela festa, e sorrisos contagiantes.

E se você tá na dúvida se vai rolar uma segunda edição, o nome diz tudo: O INÍCIO. aguardem a cena dos próximos capítulos dessa crew que veio para ficar. Um começo memorável para o que promete ser uma história linda.

Acompanhe a crew nas Redes Sociais:

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP