O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Element completa 10 anos de carreira e conta momentos marcantes de sua trajetória

O ano de 2020 marca o início de uma nova década, mas para muitos artistas esse momento tem um gostinho mais especial. Esse é o caso de Marco Lisa, mais conhecido na cena psytrance nacional e internacional como Element. Junto com Diogo Andrade (Quake), é co-criador dos eventos Adhana Festival, Progressive e co-fundador da DM7 Bookings, uma das maiores agências de música eletrônica do Brasil. O DJ e produtor paulistano completa neste ano 10 anos de carreira, com muitas vivências e experiências na bagagem.

Iniciando sua carreira musical no techno durante os anos 90, Marco conseguiu se destacar rapidamente no estilo graças a sua dedicação e busca constante em aprender e se desenvolver como artista. Com o passar do tempo, ele se encantou pelo Trance Psicodélico, e em 2010 resolveu abandonar seu caminho bem encaminhado no techno para direcionar seus esforços para o som que arrebatou seu coração: o psytrance.

Já como Element, sua personalidade musical, talento e empenho em inovar o levaram a ser um dos poucos DJs reconhecidos pela Native Instruments pela sua maestria em comandar o sistema Traktor. Além disso, junto com seu grande amigo Rinkadink, compartilharam experiências que muitos DJs sonham, como se apresentar em eventos internacionais como Ozora (Hungria) e Indian Spirit (Alemanha).

Com tantas vitórias em 10 anos de carreira, resolvemos abrir este espaço para o próprio Element compartilhe conosco 10 momentos marcantes de sua carreira e, de quebra, algumas novidades sobre o futuro do projeto. Boa leitura!

2010 – COMPREI UM PAR DE CDJ/MIXER E COMECEI A ME DEDICAR EM CASA SOZINHO. SEIS MESES DEPOIS TIVE MEU PRIMEIRO GIG NUM AFTER EM CURITIBA, AONDE COINCIDENTEMENTE EU TOQUEI ANTES DO ETON DO PARK.ART

Depois de 13 anos envolvido na cena eletrônica desde meu primeiro contato e depois de colecionar praticamente todos os álbuns de psytrance da história até aquele momento, eu trabalhava em uma empresa no setor de desenvolvimento de software do banco HSBC e junto do meu grande amigo e irmão Zen (Cheap Konduktor), decidimos que era hora de dar um passo adiante. 

Fissurado à época, escutava música o dia todo e todos os finais de semana viajava até 8h para curtir as grandes e as famosas PVTs que embalaram o crescimento exponencial do trance a época. 

Em 2010, Curitiba vivia um cenário um pouco diferente, o House crescia com uma força muito grande e o Full on Morning vivia ainda sua fase áurea de tantos anos. E embora eu seja um apaixonado de berço do techno, minha porta de entrada foi ao contrário, eu era apaixonado pelo progressive, tanto que justifica o porquê do nome da festa 😅

Foi então que de férias em janeiro eu comprei um par de CDJ 200, e comecei a treinar sozinho. Ficava cerca de 10/12h por dia, e quando voltei a trabalhar por muitas noites passei em claro praticando no fone.

Em Outubro de 2010, eu recebi o convite para tocar em uma festa em Curitiba, a qual coincidentemente foi realizada na chácara onde hoje existe o Park.art, grande parceiro. Dali pra frente eu decidi que ia me envolver de cabeça, fiz um plano de mídia e de carreira e comecei a correr atrás dos organizadores de eventos para apresentar meu trabalho. 

Em 2012 eu já somava mais de 70 datas no ano, onde eu mesmo era responsável pelos meus bookings, logística, mídia e todas as ferramentas possíveis para o desenvolvimento da carreira. Nesse ano também veio Tribaltech, onde tive meu primeiro contato com um evento grande e logo na sequência, Kaballah, Universo Paralello e XXXPerience, nos quais me apresentei em todas as edições nos 6 anos subsequentes, quando também tive o prazer de conhecer o Toninho, que na época tomava conta das mídias da XXX e hoje é um dos pilares dentro da DM7

 

2012 – NASCIA A BRASUCA, PRIMEIRO EVENTO REALIZADO

Passei 2 anos tocando nos finais de semana e trabalhando na rotina profissional de segunda a sexta, até que chegou o momento onde eu decidi arriscar, pedi as contas do trabalho onde me encontrava, que inclusive era ao lado do Mohamad, o qual hoje trabalha como braço importante dentro da agência. 

Por coincidência ou destino, na época realizamos o nosso primeiro evento juntos. A Brasuca tinha tudo para dar super certo, se não fosse as provações da vida e os erros primários de produtores de primeira viagem, rs.

Na semana da festa houve um dilúvio na cidade toda, durante 5 dias sem parar. No período choveu os 100mm que estavam previstos para o mês todo! Nossa festa iria acontecer em um sítio a 30 min de Curitiba, com uma vista incrível e um único acesso: uma subida de 250 metros extremamente íngreme, pela qual subia apenas um carro por vez. 

Chegada a hora de montar, começaram a surgir diversos problemas. Tivemos que mudar o mapa da festa, a decoração teve que ser adaptada e os caminhões de entrega não estavam conseguindo subir… de repente todo o sistema de som, o estoque de bar, as estruturas entre outras coisas estavam no terreno do vizinho, aguardando uma solução para serem levados para o espaço da festa. Inclusive vários dos fornecedores tentaram nos convencer a não seguir adiante pois seria impossível, até que finalmente surgiu um caminhão tracionado que conseguia subir. Conseguimos convencer seu dono a nos emprestar o veículo e, com muita força de vontade, carregamos e descarregamos ele várias vezes, levando para cima tudo que seria necessário para colocar o evento de pé. 

Foi então que fomos abençoados e recompensados pelo nosso esforço. A chuva parou horas antes da festa abrir, tivemos sol durante o dia e um frio de aproximadamente 0º durante a noite, na qual o tio que vendia quentão vendeu mais que o bar a noite toda. Apesar de todos os pesares, recebemos aproximadamente 3000 pessoas na festa com uma noite linda, fizemos acontecer e amanhecemos com 40 mil reais de prejuízo, dois fardos de Gatorade, um pallet inteiro de energético e uma geladeira cheia de hambúrguer de microondas rs 

Fizemos um empréstimo no banco na segunda feira que nos rendeu 3 anos de lembranças mensais da nossa primeira jornada. Mas a festa foi um sucesso! 😁

2013 – NASCE PROGRESSIVE E A DM7 

Logo na sequência da Brasuca, recebi o convite para gerenciar uma casa noturna que até então estava fechada em Curitiba. Parecia uma grande oportunidade e um bom desafio. Nascia então o CLUB! 

Fiquei por lá durante cerca de 1 ano, realizamos mais de 50 noites, em sua maioria destinada ao techno e algumas outras dedicadas ao trance. Quando tudo parecia tomar rumo tive um novo revés. Ao renovar a assinatura do contrato do aluguel, tive a notícia que seria quadruplicado, impossibilitando então a continuidade no local.

Tínhamos então 3 datas já confirmadas em nosso calendário, incluindo a data com Ace Ventura. Foi quando liguei para o Eton, proprietário do Park.art, e ofereci para que ele abraçasse a noite junto da gente, movendo assim as datas que tinha no Club! para sua casa.

Realizamos a primeira edição com Ace Ventura e foi um sucesso absoluto. Nascia ali a Progressive!

Ali encontramos um novo lar e logo após a primeira edição decidimos dar continuidade ao projeto, que cada vez mais apresentou artistas e números relevantes, completando hoje 54 edições realizadas com praticamente todos os maiores ídolos da atualidade no histórico. 

A ideia da DM7 veio no dia 05/04/2013 durante a primeira Kaballah no Hopi Hari. Por coincidência ou não essa foi uma das festas mais marcantes da minha vida. Foi o dia perfeito no lugar perfeito. 

Diogo estava de saída da sua agência até então, eu estava de saída da minha para entrar na dele, quando veio a ideia de seguirmos nosso ideal e abrirmos uma nova agência por nossa conta. A ideia inicial era principalmente ajudar os artistas nacionais que até então não tinham nenhum gerenciamento de suas carreiras. 

Fizemos um planejamento, parti para o computador para elaborarmos um plano de negócios e todas as ferramentas necessárias para começarmos a nossa jornada. No dia 27 de julho inauguramos a DM7 Bookings

Os primeiros 3 anos de agência foram extremamente difíceis. Além de fazermos tudo sozinhos, tive que aprender a deixar de lado minha carreira no momento mais especial para focar na agência, por um bem muito maior e coletivo. Valeu cada segundo, a realização de ter criado uma verdadeira família é o que me move todos os dias a querer trabalhar e lutar para que essas pessoas que confiaram na gente tenha sua recompensa no final do mês. 

2015 – PRIMEIRO SET VS COM RINKADINK NA XXX EM CURITIBA

Esse foi um dia muito especial. Foi a primeira grande apresentação junto com o Rinkadink. Passamos uma semana inteira treinando em minha casa e foi extremamente especial dividir o palco e conquistar uma amizade verdadeira com essa pessoa tão incrível. 

Curiosamente esse set foi eleito um dos melhores sets do ano no mundo todo em votação popular pelo site Trancentral

Os anos se passaram e a gente acabou rodando os maiores festivais e eventos do país. Desenvolvemos o show audiovisual React junto com o VJ Picles e, por mais que nos últimos meses cada um de nós esteja passando por momentos diferentes na vida e na carreira, conversamos todo santo dia e já estamos com novas tracks em desenvolvimento. 

2016 – PRIMEIRA EDIÇÃO DO ADHANA FESTIVAL

O Adhana veio na hora errada e no momento certo. Eu acabava de passar um ano muito complicado e ainda acabei sofrendo o acidente na chegada do Universo Paralello. Isso me deixou muito abalado emocionalmente, fiquei algumas semanas em casa pensando e planejando como seguir a jornada adiante. 

A ideia do festival já existia na cabeça há muitos anos, mas um dia, ainda em janeiro, finalmente liguei para o Diogo e resolvemos que aquele seria o ano para investirmos nesse sonho. Não foi fácil… embora tivesse quase 100 eventos produzidos no currículo até então, o festival te mostra uma nova face que muitos não estão prontos para encarar. 

A responsabilidade e as emoções tomam conta dos nossos sentimentos de uma forma avassaladora e você é testado e provado várias vezes até que tudo esteja 100% alinhado, o que normalmente só vai acontecer lá pelo 3º dia de festival rs

E como tudo na vida não vem fácil, o festival que estava de pé na noite anterior para ser aberto sofreu um revés enorme, com uma tempestade jamais vista em Rio Negrinho até então. Aquele foi um dos momentos mais delicados da minha vida com toda certeza. 

Respiramos fundo, cercamos as áreas danificadas e começamos o plano de restauração logo após o final da chuva. No dia seguinte pontualmente ao 12h começamos o mainfloor e a sensação de realização era nítida no rosto de cada um dos colaboradores que ralaram muito para que aquele momento acontecesse.

2018 – BOOM FESTIVAL 

O sonho de qualquer artista de Trance Psicodélico nesse planeta. É indescritível a sensação de realização, desde o momento do convite, passando pelo momento em que as pernas tremem como nunca antes de subir ao palco, até o momento em que você termina a última música. 

Realmente merecem respeito e principalmente reconhecimento por tudo que fazem. São grandes exemplos para mim, de visão e profissionalismo. 

2019 – NASCIMENTO DO KOBI + INICIO DAS MINHAS PRODUÇÕES PRÓPRIAS 

O Kobi veio como uma luz na minha vida, acompanhado por um anjo que hoje eu tenho privilégio e gratidão aos céus de poder chamar de minha esposa Patrícia Lopes, que divide essa jornada comigo. 

A sensação de responsabilidade e de comprometimento espontâneo. Do dar sem receber, do fazer pelo próximo o que eu gostaria que fosse feito a mim mesmo… tudo isso aflora de uma forma pura e sincera no seu coração a partir do momento em que você recebe a notícia que será pai.

E ela quadruplica quando você segura aquela pequena criatura em seus braços pela primeira vez. ♥️

Nem tudo são flores. Exige um trabalho árduo não só dos pais mas de todos ao nosso redor. Mas a sensação de amor e felicidade que tomou a casa, aliado ao momento especial no qual todo time DM7 está afinado e bem entrosado, eu pude finalmente voltar ao sonho que tive lá atrás e que tive que deixar de lado. 

Criar um álbum e produções próprias toma tempo e muita dedicação, especialmente quando você já tem ouvidos mais do que treinados do que você gosta ou não. Mas eu tenho que agradecer e muito o suporte não só da minha família, bem como de pessoas como Tiago 4i20, Gustavo Burn in Noise, Matheus Earthspace e Roney Spectro Sense, que além de amigos me guiam como verdadeiros bons professores nas minhas dúvidas. 

2020 – O QUE SERÁ QUE VEM POR AÍ?

O ano de 2020 foi um ano completamente avesso ao que qualquer pessoa esperava. Entretanto, tenho a gratidão diária por estar seguro com minha família e principalmente de encontrar inspiração para que consigamos tocar todos os nossos projetos adiante. 

O aniversário da DM7 vem aí e temos uma surpresa bombástica para anunciarmos, além, é claro, do início dos lançamentos dos meus singles, que serão assinados pelo nome 3LMT

A ideia da criação é justamente separar as apresentações e de realmente criar uma atmosfera única durante a apresentação, que será um show especial que estamos preparando. Já tenho 7 tracks finalizadas e uma força de vontade e satisfação pessoal a cada dia que passa. 

E junto a tudo isso, o mais importante de tudo, temos nossa missão com Adhana Festival no final de ano, que promete ser o maior evento que já produzimos até então, responsabilidade que estamos extremamente felizes em poder dividir com o pessoal da Aldeia Outro Mundo.  

LIVESTREAM COMEMORATIVA DE 10 ANOS DE CARREIRA

Para o ano de 2020, Element se preparava para realizar uma edição mega especial da Progressive para comemorar os 10 anos de projeto. Porém, por conta da pandemia do COVID-19, os planos precisaram ser adaptados. E para não deixar a data passar em branco, Marco fará uma transmissão ao vivo de 10 horas, onde ficará livre para se expressar e trazer muita psicodelia e música de qualidade para a casa dos ravers.

O long set será transmitido no Facebook de Element e será republicado nas redes sociais de grandes players do psytrance nacional e internacional, como a DM7, Boom Festival, Iboga Records, Mundo de Oz, Energy, Essential, E-Trip, Mandallah e muitos outros. A Hï BPM está muito contente em fazer parte deste grupo seleto, e você confere em nossa página amanhã a livestream ao vivo a partir das 14h. Não deixe de assistir!

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP