O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

High BPM- História, Vertentes e Visão da Cena Daqui Para Frente: #5 Experimental

Olá estrelinhas, o experimental diz olá! E aqui estamos na última matéria da série sobre as vertentes do high bpm, caso você não tenha visto as outras, é só clicar sobre os nomes das vertentes que você vai será redirecionado para as matérias – DarkPsy, Hi Tech, Forest e Psycore.

EXPERIMENTAL

O Experimental em si não é um estilo exclusivo do trance, ele existia antes mesmo do DarkPsy. Como o próprio nome dá a entender, ele é uma experimentação de uma música, não sendo necessariamente Psytrance. Nesse vídeo aqui embaixo, você pode conferir uma música experimental, notem que ela mescla vários tipos de sons, criando uma coisa totalmente diferente. 

Mas, como definir algo indefinível? Porque essa vertente é assim, ela pega um pouquinho daqui, um tiquinho dali, uma pitada daquele som estranho e tcharam, nasce o Experimental. Essa track, por exemplo, lembra um pouco o DarkPsy, mas não é Darkpsy. Tem umas características de Psycore, mas não é Psycore. Dificilmente, você vai encontrar tracks parecidas nesse meio.


Veja também
+ Conheça melhor as vertentes noturnas do psytrance!

Um dos principais nomes quando falamos dessa vertente, é o projeto Sectio Aurea. As tracks feitas pelo casal Cristian e Marina Aureola são a própria sinfonia do high bpm. As músicas são tão harmônicas e ao mesmo tempo cheia de sons e efeitos estranhos, que você não entende como que fica tão perfeito. Ter a oportunidade de ver eles tocando é sem palavras, parece que ela controla toda a psicodelia e os efeitos, enquanto ele é o que mexe com os bpms e pode f#der a tua cabeça. É uma experiência incrível e totalmente psicodélica.

O Experimental também pode ser a junção de duas vertentes distintas formando uma coisa nova. Nessa track você pode notar algumas características do Forest (aquele som mais grooveado e mais “úmido”) e também do Psycore, se tornando uma mescla, uma experimentação dos dois estilos.

De todas as vertentes existentes, ela é a mais original que tem, porque você junta várias características das outras (ou as vezes nem isso), tentando fazer uma coisa nova. O Experimental pode ser o que ele quiser e por isso é tão genial e difícil de produzir, afinal não é qualquer combinação de elementos e efeitos que pode deixar a track boa.


Veja também
+ High Paradise Festival 3ª edição libera vendas de ingressos no lote promocional


E acabamos a nossa série de matérias sobre as vertentes noturnas do trance, mas será que é esse o fim? Afinal, a noite é escura e cheia de terrores. Fique ligado que logo mais terá novidades.

E como sempre, nossa playlist sempre atualizada com os últimos lançamentos!

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP