O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Enciclopédia do Psytrance- Carreira #36: Mad Maxx

Com a ideia de explorar mais a fundo o mundo do Psytrance, nós da Hï BPM resolvemos criar a Enciclopédia doPsytrance, para apresentar nosso olhar sobre diversos temas ligados a cena.

Enciclopédia do Psytrance terá o formato de resenhas em série, com um texto novo todas as sextas-feiras. Primeiro falaremos sobre os projetos e carreiras de DJ’s. Hoje exploramos um pouco mais da história de Mad Maxx.

Para visualizar outros textos da nossa Enciclopédia do Psytrance, basta clicar aqui.

Origem

Max Peterson, nome por trás do projeto Mad Maxx, nasceu em San Diego, na Califórnia (EUA), em 1979 e passou a maior parte de sua adolescência na França. Sua paixão pela música começou desde cedo, por influência de seu pai, Gary Peterson, que é um excelente compositor, guitarrista e tecladista. 

Nos anos 80, Gary estava compondo músicas com influências eletrônicas (que estavam em alta na época) e Max se interessou pelo estilo. Após isso, começou a ouvir CD’s de compilações de música eletrônica, com todos os tipos de música. Depois, se interessou por hip hop e, com 16 anos, começou a ouvir dance, o que o levou a sua primeira festa trance, em 1996. Gary produziu e gravou as primeiras músicas de Max, quando ele tinha apenas 14 anos.

De volta aos Estados Unidos, Max entrou para um coletivo de trance chamado The Ion Exchange, em Santa Cruz, como sócio e DJ residente. De volta a São Francisco, Max começou a tocar em todos os clubs de trance da baía de São Francisco. Max também se apresentou em eventos undergrounds em armazéns e eventos ao ar livre no norte da Califórnia. Rapidamente, Max ganhou respeito por seus sets amplamente psicodélicos e potentes, se apresentando em várias outras cidades dos Estados Unidos e no Canadá.

Em 2000, Max formou o projeto BIODEGRADABLE, com Samy Guediche (CPU) e Nicolas Oesch (Mekkanikka). Em 2001, eles gravaram o álbum “Phaser”, que foi um grande sucesso na cena psicodélica da época e se tornou um trampolim para que os membros do projeto lançassem seus projetos solos com sucesso.

Em 2001, Max se juntou à sua ex namorada, Davina Elmosnino, e formou o projeto Sirius Isness. O projeto fez muito sucesso e eles gravaram mais de 150 tracks em gravadoras prestigiadas de trance, foram três álbuns completos lançados e um compilado. Juntos, viajaram o mundo todo, se apresentando em festas no Japão, no Brasil, México, Portugal, Grécia, Austrália e muitos outros países. O projeto chegou ao fim em meados de 2008 e 2009 e, paralelo a isso, Max criou o seu projeto solo, Mad Maxx, em 2007.

Características


O projeto é o resultado de anos de trabalho e aprendizados adquiridos em suas viagens, experiências e festas ao longo do mundo. Segundo Max, sua música é uma mistura de trance, sons étnicos e profundos, com um kick forte, uma bassline de tirar o fôlego, um toque de eletro, cantos emotivos e, às vezes, uma atmosfera nostálgica.

Misturando tudo isso, o resultado é um som extremamente psicodélico e muito dançante. Não é a toa que o projeto rapidamente ganhou a visibilidade que possui e conquistou o mundo todo, se tornando uma referência no psytrance.

Sucessos

O primeiro álbum de Mad Maxx, “Afterworld”, foi lançado em 2008, pela Phantasm Records. Em junho de 2011, ele lançou o seu segundo álbum, pela sua recém inaugurada gravadora, United Beats Records (que até hoje lança diversos sucessos dele e de outros gigantes da cena). Suas produções contam com diversas colaborações de outros projetos de renome, como Pixel, Avalon, Menog, Tristan, Space Tribe, GMS, Stryker, Altom, Mekkanikka e muito outros.

Lançando muitas músicas por ano e realizando apresentações ao longo do mundo todo, Mad Maxx ocupa uma posição de destaque a quase uma década. Podemos citar alguns de seus sucessos, como: “Just a Dab”, em parceria com Mekkanikka; “Behind your eyes” e “Psychedelic”, em parceria com Stryker; “Ganesha Namaha”, em parceira com Shivadelic; “The Ritual” e “Connected”, em parceria com Avalon; “Time to Party!”, em parceria com Menog; “Peak Experience”, em parceria com Space Tribe, e muitos outros. 

Estes são apenas alguns exemplos, sem contar todos os sucessos produzidos em parceria com Space Tribe, pelo duo Mad Tribe, que é a união perfeita desses dois gigantes do psytrance e será o assunto da nossa próxima Enciclopédia.

https://www.youtube.com/watch?v=0zIEkMh1Wn8

🎧 Acesse SoundCloud: Mad Maxx

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP