O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Defqon.1 2019 foi um espetáculo surpreendente para o público [REVIEW]

Finalmente tivemos a oportunidade de realizar o sonho de conhecer esse grandioso evento. A edição de 2019 do maior festival da cena Hard Dance mundial foi nossa primeira presença e com certeza outras virão. Em todos os dias de festival, as expectativas não foram decepcionadas, o Defqon.1 foi um espetáculo em todos os sentidos.

Confira como foi.

Palcos e Sets

O Defqon.1 aconteceu do dia 28 Junho ao dia 01 de Julho, na Holanda. Na quinta-feira(27) rolou uma pré-party em Amsterdam, com vários nomes de peso, e que deixou um gostinho inicial de tudo que estava por vir.

Na sexta-feira, primeiro dia de evento, apenas 2 palcos em tese estariam funcionando, o Black e o Blue. Porém a estação da Q-Dance rádio, um palco na Wasted Lands, área de descanso do camping, acabou tendo alguns sets também, como o do Rebourne, que vimos uma parte e estava excelente.

Brennan Heart no Blue foi incrível como sempre, o grande diferencial do set foi a presença do talentoso Jonathan Mendelson, que cantou os clássicos “Follow The Light” e “Imaginary” ao vivo. No palco Black, o melhor do Hardcore estava sendo tocado, com o som de altíssima qualidade e que foi um dos pontos altos do festival para nós.

Reprodução: Defqon.1

No encerramento da noite, Dr. Peacock comandava o Black Stage, com o melhor do Frenchcore e Phuture Noize, que está numa fase brilhante da carreira, foi o spotlight do Blue. O som estava um pouco baixo mas o set foi ótimo, com ele divulgando alguma das novas tracks que vão ser lançadas no dia 18 desse mês pela Q-Dance Records.

O Defqon.1 Legends, set onde as lendas do Hardstyle são homenageadas, contou dessa vez com Brennan Heart, Frontliner e Zatox. No domingo, o chamado Sunday Funday começou diferente também, para variar. Em alguns palcos, como UV e Black, aconteceram sets onde os fãs acompanhavam os shows sentados, em cadeiras ou boias, com entrada limitada, os palcos eram fechados após atingirem a lotação.

Decoração

Sábado e domingo foi quando o festival começou de verdade, com apresentações em todos os palcos, todos cheios e muito animados. A decoração do Defqon.1 é sem dúvidas um dos maiores diferenciais. Enquanto outros grandes festivais focam mais na decoração dos palcos, o Defqon mostra que sua proposta é criar um ambiente todo descontraído e decorado, com dezenas, até centenas de esculturas, bonecos, figuras por todos os lados, criando um ambiente único, mais diversificado e divertido até do que a própria Tomorrowland por exemplo.

Reprodução: Defqon.1
Reprodução: Defqon.1
Reprodução: Defqon.1

Outro fator peculiar são os sets, que vão muito além do normal, comparado com outros festivais. O Power Hour, hora onde todo tipo de loucura acontece, teve presença de guitarrista, helicóptero fazendo manobras no ar, balões decorados, bolas gigantes e a clássica bandeira do Power Hour.

Encerramento

O encerramento é talvez o ponto mais alto do festival, que tem a fama de ser um dos maiores espetáculos de todos os eventos do mundo. Nesse ano, o ritual de encerramento no domingo teve 15 minutos do mais belo show de luzes e fogos. Veja o vídeo e tire suas próprias conclusões:

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP