O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

WOW WOW encanta nos detalhes em sua primeira edição

Matéria escrita por Victor Canato

Estivemos lá e foi insano! Se você não estava planejando uma viagem de ano novo para o WOW WOW, talvez seja hora de mudar de ideia.

Tudo começa nos detalhes

A organização do Q-Dance sempre pensa à frente. No site do evento eles explicaram que a linha de transporte público da cidade fechava às 20h, abrindo apenas no dia seguinte. A festa então resolveu abrir os portões às 20h, mesmo que a primeira atração fosse só às 21h (uma decisão ótima).

Percepções antes de começar

Ao chegarmos, percebemos que havia apenas uma loja pequena para o evento todo, o que foi nosso primeiro choque. Ao adentrar na pista, percebemos que a festa realmente era de pequeno porte. Estávamos esperando algo do tamanho de uma Qlimax, que tem em média 30 mil pessoas por edição, mas o WOW WOW foi preparado para cerca de 5 mil, e mesmo assim não deu sold out.

Tendo em vista o preço dos ingressos de primeiro lote a € 74,00 (com as taxas inclusas, o que daria por volta de R$ 318,00), começamos a ver a diferença da valorização que as pessoas dão para as festas aqui. A festa de ano novo não era open bar nem open food, e mesmo assim o valor foi mais que justo.

Em relação a cenografia, o palco foi feito para parecer um hotel, com um elevador no meio. Ficamos imaginando se as “escadas” laterais seriam usadas, não foram. Também esperamos as garras do teto descerem no público, não desceram.
Isso nos fez concluir que estávamos mal acostumado com as super produções da Q-Dance, com todos os seus shows de pirotecnia e interações entre as estruturas montadas. E nesse momento nos demos conta do quão grandioso era esse palco: várias luzes, um telão gigante no meio, e vários globos de luz, que somados a diversos canhões, criaram uma atmosfera única.

A entrada de cada DJ se dava pelo elevador central e o elevador realmente abria as portas (sim toda a estrutura de leds do elevador se movia para a entrada do DJ). Quase sempre o artista era acompanhado por um “recepcionista” do hotel (ficamos imaginando os organizadores pensando: “Vamos colocar uma escada, mas coloca alguém para segurar os DJs senão eles caem”)

Dito isso o show de luzes da estrutura que estava no teto era um show à parte. A iluminação que corria a platéia e as arquibancadas, se encontrava com a iluminação do palco, e criava um show único de cores.

Apresentações que merecem destaque

Sempre lembre que isso é uma visão pessoal.

Mark with a K – Desde o Tomorrowland, esse DJ vem se inserindo mais no Hardstyle, porém o estilo dele é bem “experimental” para o estilo, sendo ótimo pois foge de um set convencional. Tem um estilo de kick novo, que de certa forma aguça nossos sentidos para se abrir a novas sonoridades.

Keltek – Ganhador do `Breakthrough` na categoria euphoric,ele teve uma posição de destaque sendo o DJ a antecipar o Top 10 (que falaremos mais para frente). Keltek era parte do duo Psyko Punkz. Após sua pausa para pensar na vida, retornou como Keltek (o que fez muito menos barulho que a volta de Headhunterz). Como o próprio prêmio já demonstra, o som do produtor é único, suas tracks de euphoric são no mínimo perfeitas para quem gosta do estilo, mas como DJ ele talvez ainda precise de mais tempo atrás das CDJs. Depois do novo álbum do Psyko Punkz, deu para sentir na pele a diferença que Keltek faz ao projeto. No final, ficamos com dois DJs defasados, um como produtor e outro como performer. O set do Keltek, apesar de contar várias músicas incríveis, cometeu diversas falhas na mixagem. Nossa percepção é que ele acabava uma música, dava uma pausa de 3 segundos e colocava a outra, faltando uma continuidade nas transições.

Phuture Noize –  Outro grande destaque da noite, esse DJ e produtor consegue criar uma vibe inusitada na pista. Suas melodias são de longe algo único dentro do RAW. Digo que não considero o set do PN para pular e dançar loucamente, mas para sentir, fechar os olhos, ouvir a letra, sentir o kick. Ele realmente é diferenciado. E como reconhecimento, será um dos produtores responsáveis por fazer o hino do Defqon.1 2019.

Hino Defqon.1

Durante o WOW WOW tivemos algumas surpresa para 2019. Uma delas foi essa grande notícia de que 3 artistas em alta serão responsáveis pelo Anthem deste ano:

  • Keltek, da linha mais euphoric. Apareceu no Top 10 hardstyle e teve 3 músicas no top 100, ganhando prêmio como revelação do euphoric;
  • Phuture Noize, do RAW e 160 BPMs. Apareceu 3 vezes no Top 10 hardstyle, e teve 8 musicas no Top 100;
  • Sefa, do frenchore com 200 BPMs. Apareceu 3 vezes no Top 10 Master of Hardcore e 12 vezes no Top 100.

Esses três artistas são amplamente conhecidos por sua linha melódica e com certeza podemos esperar uma obra de arte (talvez seja o modo da Q-Dance pedir desculpas pela última Anthem). Teráamos então 3 kicks? Uma mistura deles? Façam suas apostas!

Hardstyle Top 10

De longe o momento mais emocionante da noite. Toda a construção da vibe e a apresentação das músicas, todos cantando, comemorando, esse sentimento único na pista é algo que vale qualquer esforço. Juntando tudo isso com a felicidade de final de ano acabar o ano ouvindo Hurricane, com o Ran-D no palco recebendo o prêmio e milhares de fogos para todo lado enquanto se ouve um estrondoso barulho de estouros repercutindo ainda mais alto dentro do espaço indoor do Ziggo Dome, é impossível não se emocionar.

Aos amantes de hardstyle, isso vale por uma vida.

Entrevista com Ran-D traduzida do site da Q-dance:

Q: Qual o sentimento de receber o Q-dance Gold Record?

R: Melhor sentimento do mundo. Para os fãs: eu sou muito grato que todos vocês votaram na Hurricane, o apoio realmente significa muito para mim. Grande motivação no estúdio! Amo vocês, pessoal!

Q: Qual o segredo do sucesso da Hurricane?

R: Com o Hurricane, eu queria dar uma mensagem positiva para as pessoas, realmente fazer uma faixa que pode ajudá-lo em dias difíceis e dar-lhe um pouco mais de energia quando você precisar. Eu acho que a energia na faixa em combinação com a mensagem realmente se comunicou com os amantes hardstyle por aí.

Q: No ano passado, você estava muito perto de ganhar com o Zombie. Isso é redenção para você?

R: Hahaha, bem, talvez eu tenha ficado um pouquinho chateado porque a Zombie não chegou ao primeiro lugar no ano passado, porque obviamente era uma das faixas mais suportadas naquele ano. Mas a posição número dois ainda era ótima, e a pista fez muito por mim. Já tem 20.000.000 transmissões no Spotify, então isso é insano! Ter a Hurricane sendo escolhida como o número um este ano é muito bom, porque significa que muitas pessoas amam na pista e me apoiaram.

Q: Podemos considerar isso o destaque do seu 2018?

R: 2018 foi um ano incrível. Eu fiz muitas músicas novas que serão lançadas quando o meu próximo álbum, “We Rule The Night”, sair. Eu viajei para muitos lugares novos e fiz muitos shows incríveis. Zumbi recebeu 20 milhões de visualizações e a Hurricane realmente explodiu. Conseguir este prêmio é a cereja no topo do bolo! Eu quero desejar a todos um 2019 feliz, saudável e bem-sucedido com muitas grandes festas de hardstyle. Obrigado a todos por votarem, vocês tornaram meu ano incrível!

Power Hour

Nosso resumo é: Muitos infláveis voando, uma confusão, foi muito rápido, ficamos perdidos, queremos de novo.

Para quem foi no Power Hour desse ano no Defqon.1, o resumo foi ótimo. Realmente deu para se sentir no meio da bagunça, porém foi extremamente rápido: a troca de músicas, as falas do Villain e do Deepack, um monte de infláveis na galera, fogos, luzes, foi uma mistura de “O q q ta contesendo” com “Traz um combo disso ai pvfr”.

Para quem não foi, podemos perceber que eles não tiveram a sensação de euforia do momento: foi um monte de música, sem DJ, sem sentido… e eles adoram hahahaha. Mesmo sem a euforia de “Eu tô Power Hour”, a vibe da galera deixou tudo divertidíssimo para eles. Vida longa ao Power Hour!

Com certeza, o WOW WOW foi um substituto de peso para o Freaqshow. Vamos aguardar ansiosamente a próxima edição!

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP