O MELHOR DO PSYTRANCE

VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Um bate-papo com o gigante mexicano, Mandragora

Matéria escrita por Alan Medeiros

Eduardo Neto é o nome por trás do projeto de psytrance Mandragora, reconhecido atualmente como um dos pilares do estilo a nível internacional. Seu trabalho e sua popularidade atravessam as fronteiras do México, seu país de origem, e o catapultam para o cenário global, onde ele mantém uma posição de respeito.

Alguns atribuem seu estilo ao chamado future progressive, com elementos característicos das pistas brasileiras. Fugindo um pouco dessa questão dos estilos, vale destacar que o som de Eduardo é bem voltado ao dance floor, ambiente que é a casa de suas performances de palco marcantes. A nosso convite, Mandragora respondeu algumas perguntas exclusivas para o Hï BPM.

1 – Olá, Eduardo! Tudo bem? Obrigado por nos atender. Um dos grandes diferenciais de suas apresentações sem dúvidas é a presença de palco. Conta pra gente como você desenvolveu essa parte?

Eu sempre fui fã das apresentações ao vivo e acho que fui muito influenciado pela cena de rock que é bastante interativa. Acho que se a pessoa que está se apresentando não consegue ter uma presença no palco, só está fazendo metade do trabalho.

2 – De 2012 pra cá, quais foram os grandes desafios que você teve que superar para se manter ativo e relevante dentro do cenário eletrônico?

Mudar as vertentes, aprender a fazer diferentes estilos de música e desenvolver formas de trabalhar. Algumas coisas podem ter sido polêmicas e não agradáveis aos olhos do público, mas a gente faz tudo pensando no longo prazo. Com o passar do tempo, o ouvido das pessoas começa a se ajustar e o que estava em moda há alguns anos não está mais agora. Então estamos tentando sempre estar à frente da concorrência (meses e se possível anos) enquanto a produção de conteúdo.

3 – Blue Tunes Records, Alien Records e Blacksheep estão entre os principais labels que você já lançou. Particularmente e profissionalmente, quais características você leva em consideração antes de assinar uma de suas músicas?

Primeiramente eu lanço na Alien pois tenho muito tempo colaborando com o Tiago, desde que a label era praticamente nada e hoje que é a maior do mundo falando no psytrance. Quando lanço em outra gravadora, tem alguns fatores como artistas colaborando, ou a busca de expansão em outros mercados, que levo em consideração. Ainda assim, geralmente a gente tenta lançar na Alien ou na label própria do Mandragora pra fortalecer mais o network. Sempre tentamos trazer talentos novos e novas colaborações para esses selos.

https://www.youtube.com/watch?v=g8aYyT1KTXA

4 – Wild Wild West, uma colaboração com o Groovaholik, é um dos grandes sucessos da sua carreira até aqui. Quão importante essa faixa foi para o desenvolvimento de sua jornada na música?

Essa música foi muito importante, pois além do reconhecimento que eu tive, ela me levou para as minhas primeiras tours pelo mundo. Quando eu vi que a música tinha explodido tanto, sabia que isso não ia durar muito, então eu senti que tinha que fazer mais músicas nesse nível. Ela me ensinou que eu poderia levar isso tudo como um estilo de vida.

https://www.youtube.com/watch?v=45wg9uR3prA

5 – Em Dezembro você retorna ao El Fortin para mais uma passagem importante pela Black Tarj. Qual é o sentimento quando seu agente te avisa que fechou uma gig no club?

Eu realmente fico muito feliz e ansioso ao mesmo tempo. Fico muito feliz por quê o El Fortin se tornou uma das minhas pistas favoritas para tocar no país e apesar de ter tocado já várias vezes na casa, ainda fico ansioso pois sei que é um público muito exigente. Então, tenho que fazer um set com muito cuidado pois as expectativas do público são grandes.

6 – A última! Quais são seus grandes sonhos e objetivos com a música para o futuro?

Seria um sonho chegar a atingir o nível de audiência necessário para poder chamar alguns dos meus artistas favoritos de fora da música eletrônica para fazer alguma collab em uma das minhas músicas.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

QUER CONTEÚDO EXCLUSIVO? CADASTRE-SE NA HÏ BPM GOLD!

CONTATO

(11) 9 3455-5554 ADMINISTRATIVO

(11) 9 2001-9508 EDITORIAL

ONDE ESTAMOS

RUA VICENTE LEPORACE, CAMPO BELO, CEP: 04619-035 - SÃO PAULO - SP